Skip links

Institucional

História


O Sindvale – Sindicato do Comércio do Vale do Sapucaí,- tem como objetivo principal possibilitar que as decisões nas negociações salariais sejam tomadas em base à situação sócio-econômica da cidade e região. Dentre as atividades desenvolvidas destacamos as negociações das Convenções Coletivas, instrumentos que regulamentam as condições de trabalho, remuneração, benefícios, direitos e obrigações, tanto da classe empresarial como da laboral, sendo que tais negociações se realizam normalmente uma vez ao ano, trazendo reflexos para toda economia da região sul-mineira.

Diretoria


Diretoria Executiva

Membros Suplentes - Diretoria Executiva

Conselho Fiscal - Efetivo

Conselho Fiscal - Suplentes

Delegados - Efetivos

Delegados - Suplentes

Código de Conduta Ética

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO SINDICATO DO COMÉRCIO DO VALE DO SAPUCAÍ – SINDVALE:


APRESENTAÇÃO:

O Sindicato do Comércio do Vale do Sapucaí tem como principal propósito defender os interesses dos segmentos empresariais que representa, nas diferentes instâncias e Poderes, de modo a contribuir para a proteção e a longevidade das empresas filiadas e, como papel complementar, oferecer produtos e serviços que permitam melhorar sua sustentabilidade.
O Sindicato do Comércio do Vale do Sapucaí no exercício de sua atividade fim, que é a Representatividade, tem o compromisso com os empresários da categoria que representa, bem como, com seus associados, de defender os seus interesses, buscando soluções e alternativas junto aos Governos de forma a agregar valor para a Sociedade, e demais partes interessadas.

O Sindicato do Comércio do Vale do Sapucaí oferece produtos e serviços de qualidade, com tecnologia avançada, num padrão de atendimento transparente, eficiente, eficaz, cortês e respeitoso, visando à plena satisfação dos seus clientes associados e representados, de forma a agregar valor para os mesmos e proporcionar a manutenção de relacionamentos duradouros.

Assim, o presente Código de Conduta Ética é uma referência que possibilita manter um bom relacionamento com as diversas partes interessadas que integram o dia-a-dia do Sindvale, de acordo com as necessidades e particularidades de cada uma delas.
Com foco em sua Missão, Visão e Princípios que norteiam a identidade do Sindvale, o presente Código de Conduta Ética visa:

a) o respeito às leis e à moralidade vigentes no país;
b) a transparência nos balanços e demonstrações financeiras;
c) a intermediação na solução de conflitos de interesses entre empresas filiadas;
d) a responsabilidade social e respeito ao meio ambiente;
e) a diversidade e segurança no ambiente de trabalho;
f) o relacionamento com as partes interessadas.

MISSÃO, VISÃO E PRINCÍPIOS DO SINDICATO DO COMÉRCIO DO VALE DO SAPUCAÍ:

MISSÃO:

Representar e assistir, jurídica e administrativamente, as categorias econômicas do comércio do Vale do Sapucaí, atuar como guardião dos interesses gerais de seus associados, promover a conciliação dos dissídios de trabalho, defender e trabalhar, institucionalmente, na busca das condições especiais de trabalho favoráveis ao crescimento e desenvolvimento igualitário dos segmentos empresariais que abrange.

VISÃO:

Incentivar o segmento do comércio de bens e serviços a buscar seu desenvolvimento empresarial, contribuindo com o desenvolvimento sócio-econômico de toda Região.

PRINCÍPIOS:

1. Ação pelo propósito: Agir sempre motivado pelo propósito maior – bem-estar da sociedade como um todo – e nunca pelo medo, que paralisa ou nos leva à distorção em nosso próprio modo de ser.
2. Busca de harmonia: Contribuir para perfeita harmonia na organização e no seu entorno, zerando os conflitos e a competição predatória. Ser sempre muito criativo na busca de “soluções ganha-ganha”, no exercício do trabalho e em suas relações.
3. Consciência em ação: Atender sempre praticando empatia com todos os envolvidos e todos que poderão ser afetados por sua decisão.
4. Seu melhor estado: Atuar sempre a partir do “melhor eu” e nunca do “menor eu”, isto é, atuar sempre com responsabilidade no melhor estado: físico, mental, emocional, espiritual.
5. Foco na verdade: Atuar sempre apoiado na verdade, na realidade, e nunca em ilusões e percepções distorcidas. Sua responsabilidade é sempre trazer as verdades à mesa de decisões, para assegurar o melhor para a vida e para o todo.
6. Responsabilidade pelo todo: Agir sempre com responsabilidade, conectado, envolvido, participante e ativo junto ao time maior que constitui a organização. O espírito é de “responsabilidade compartilhada 100-100”, por meio do qual todos assumem 100% da responsabilidade pela resolução dos problemas.
7. Pró-soluções: Ser sempre pró-solução, canalizando energia para o construtivo, o antecipativo e o preventivo. Evitar desperdiçar energia e talento criticando o que não está bom e perdendo-se em diagnósticos “após o fato”. Sair do sintomático e buscar sempre a causa das causas.
8. Equilíbrio de interesses: Não permitir que nenhum interesse pessoal/parcial domine debates nem controle decisões. A estrutura de governança delega autoridade para que haja diálogos e deliberações entre iguais. Não tomar nenhuma decisão até que todos diretamente afetados por ela tenham sido ouvidos.
9. Autonomia nas pontas: Não tomar nenhuma decisão, nem realizar nenhuma função se ela puder ser realizada razoavelmente bem por outra parte mais periférica (da “ponta” da organização). Faça aquilo que só você pode fazer.
10. Auto-organização: Todos os participantes têm o direito de se auto-organizarem a qualquer momento e em qualquer escala em torno de atividades, de acordo com os propósitos e princípios.

Cidades Atendidas


Return to top of page